CUIABÁ

SAÚDE

SP: plano amplia número de leitos exclusivos para covid-19

Publicados

SAÚDE


Começou a vigorar na capital paulista, nessa quinta-feira (13), o Plano de Contingência Hospitalar, com reserva de leitos exclusivos para tratamento de pacientes com covid-19, que passam para 1.110. As acomodações são nos hospitais municipais Tide Setúbal, Waldomiro de Paula, Brasilândia, Guarapiranga, Parelheiros, Cachoeirinha, Menino Jesus e Professora Lydia Storópoli.

O plano inclui ampliação do horário de funcionamento, das 19h para 22h, a partir de segunda-feira (17), de 33 assistências médicas ambulatoriais (AMAs), unidades básicas de Saúde (UBSs), e AMAs/UBSs Integradas. Mais seis unidades, que atendem hoje durante 12 horas, passam a funcionar 24 horas. Também serão montadas 23 tendas para acolher a população nas unidades do município.

De acordo com informações da prefeitura, todos os parceiros já receberam autorização para contratação de médicos e equipes de enfermagem a fim de atender ao aumento de demanda nas unidades de Atenção Básica, a critério das coordenadorias regionais de Saúde (CRSs). Os profissionais ligados às organizações sociais de Saúde (OSSs), iniciarão o cronograma de pagamento de horas extras de 2021 em duas etapas – metade no primeiro trimestre e a outra metade no segundo.

Leia Também:  Com problemas plataforma para marcar testes de covid é suspensa no Rio

“Os profissionais da administração direta, que iniciam o atendimento aos sábados, terão horas extras pagas juntamente com os salários. As OSSs estão autorizadas a comprar medicamentos e insumos de forma emergencial’, diz a prefeitura.

Está previsto para segunda-feira (17) o início da vacinação de crianças de 5 a 11 anos com comorbidades ou deficiência física. Os pais terão de apresentar atestado médico, receita ou exames que comprovem a condição. A vacinação também estará disponível para crianças indígenas da mesma faixa etária.

De acordo com o secretário municipal de Saúde, Edson Aparecido, a cidade deverá receber hoje 60 mil doses de vacinas, que serão prontamente distribuídas às UBSs, responsáveis pela vacinação. “Iniciamos um novo passo na campanha de vacinação, com o atendimento às crianças. À medida que recebermos novas doses, abriremos a vacinação por faixa etária para que todas possam ser atendidas”, afirmou.

Edição: Graça Adjuto

Fonte: EBC Saúde

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

SAÚDE

Covid-19: Brasil registra 259 mortes e 83,3 mil novos casos

Publicados

em

Por


O número de mortes por covid-19 no Brasil subiu para 623.356. Em 24 horas, foram registradas 259 mortes. Segundo os números publicados pelo Ministério da Saúde na noite de hoje (24), 83.340 novos casos de covid-19 foram diagnosticados em 24 horas. O país soma 24.127.595 ocorrências da doença desde o início da pandemia.

Boletim do Ministério da Saúde atualiza os números da pandemia no Brasil. Boletim do Ministério da Saúde atualiza os números da pandemia no Brasil.

Boletim do Ministério da Saúde atualiza os números da pandemia no Brasil. – Ministério da Saúde

O informe sobre a variante Ômicron registrou 1.563 diagnósticos positivos. Outros 1.079 casos são investigados. Já foram apurados dois óbitos em decorrência da Ômicron no Brasil, outros dois estão sob avaliação das autoridades de saúde.

Boletim do Ministério da Saúde atualiza os números da pandemia no Brasil. Boletim do Ministério da Saúde atualiza os números da pandemia no Brasil.

Boletim do Ministério da Saúde atualiza os números da variante Ômicron no Brasil. – Ministério da Saúde

Há ainda 3.071 mortes por síndrome respiratória aguda grave (SRAG) em investigação. Os óbitos pela síndrome somam 149 nos últimos três dias.

Leia Também:  Com problemas plataforma para marcar testes de covid é suspensa no Rio

O boletim também mostra que a taxa de casos ativos aumentou e a taxa de recuperação caiu. No momento, 90,5% do total de infectados são considerados livres de sintomas. A taxa chegou a 96,2% em dezembro, antes da chegada da Ômicron ao Brasil.

Estados

O ranking de estados com mais mortes pela covid-19 é liderado por São Paulo (156.551), Rio de Janeiro (69.689), Minas Gerais (56.965), Paraná (41.005) e Rio Grande do Sul (36.644). Já as Unidades da Federação com menos óbitos são Acre (1.857), Amapá (2.039), Roraima (2.086) , Tocantins (3.985) e Sergipe (6.075).

Vacinação

O painel de vacinação do Ministério da Saúde registra que 348.298.393 doses de vacinas diversas já foram aplicadas. Destas, 163,1 milhões são referentes à primeira dose, enquanto 150,5 milhões são relativas à segunda dose. As doses de reforço chegaram à 33,95 milhões.

Fonte: EBC Saúde

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

MATO GROSSO

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA