CUIABÁ

POLITÍCA NACIONAL

Ministro suspende condenações e Arruda pode ser candidato novamente

Publicados

POLITÍCA NACIONAL

José Roberto Arruda recuperou seus direitos políticos
Reprodução/Instagram

José Roberto Arruda recuperou seus direitos políticos

O ministro Nunes Marques , do Supremo Tribunal Federal (STF), suspendeu duas condenações por improbidade administrativa do ex-governador do Distrito Federal José Roberto Arruda . Com isso, ele recuperou seus direitos políticos e, neste momento, pode ser novamente candidato. Ele quer disputa uma vaga na Câmara dos Deputados na eleição deste ano pelo PL, mesmo partido do presidente Jair Bolsonaro.

Em julho, o presidente do STJ, o ministro Humberto Martins, havia suspendido as duas condenações da Justiça do Distrito Federal, liberando-o para disputar as eleições. Na última segunda-feira, o também ministro do STJ Gurgel de Faria, que era o relator dos pedidos na Corte, restabeleceu as duas condenações, tornando-o inelegível novamente. Ambos os fasos dizem respeito a fatos ocorridos quando Arruda foi governador, entre 2007 e 2010. Na época, ele foi alvo da Operação Caixa de Pandora, que apurou um esquema de corrupção.

A defesa de Arruda recorreu então ao STJ e pediu para os processos ficarem com Nunes Marques, em vez de ser realizado um sorteio entre os ministros para definir o relator. O argumento foi o de que Nunes Marques foi o relator de um outro caso, em que ele devolveu os direitos políticos ao ex-deputado Roney Nemer, também envolvido no escândalo da Caixa de Pandora.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

Fonte: IG Política

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLITÍCA NACIONAL

Bolsonaro insinua que igrejas serão fechadas com a vitória de Lula

Publicados

em

Por

Presidente Jair Bolsonaro participou de ato em Juiz de Fora (MG)
Reprodução/YouTube – 16.08.2022

Presidente Jair Bolsonaro participou de ato em Juiz de Fora (MG)

Nesta terça-feira (16), o presidente e candidato à reeleição, Jair Bolsonaro (PL), tentou associar o ex-presidente e candidato, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), ao fechamento de igrejas. As declarações foram feitas em Juiz de Fora, Minas Gerais, dando o pontapé inicial à campanha eleitoral.

“Temos uma batalha pela frente, sabemos da luta do bem contra o mal, sempre pregamos e defendemos a liberdade absoluta. Se uma pessoa se sentiu ofendida, que vá à Justiça, mas não podemos criar leis como a de fake news, como queriam criar há poucas semanas. Graças a Deus, isso não foi para frente”, falou o presidenciável.

Durante o discurso, Bolsonaro afirmou que alguns países da América Latina fecharam veículos de comunicação religiosos, dando como exemplo a Nicarágua. “Estamos acompanhando o que acontece em outros países da América do Sul, como a Nicarágua, onde rádios católicas foram fechadas, procissões impedidas. Acompanhamos o que acontece na nossa riquíssima Venezuela”, comentou.

Leia Também:  Datafolha: gestão de Eduardo Paes é reprovada por 36% dos cariocas

Não é a primeira vez que esse tipo de insinuação é feito pelo grupo bolsonarista. O pastor Marcos Feliciano declarou que, caso Lula seja eleito, as igrejas evangélicas serão fechadas , o que foi desmentido pela presidente nacional do PT, a deputada federal Gleisi Hoffmann.

Bolsonaro ainda criticou as medidas de isolamento social na pandemia e criticou governos de esquerda. “Sabemos, nos países de viés de esquerda, para onde vai a sua população. Os caras sempre pregam o paraíso, pregam justiça social, igualdade, muito bonito da boca para fora. Mas a realidade é bem diferente. Na verdade, eles levam todos iguais, para baixo, para miséria”, concluiu.

O presidente da República escolheu o Sudeste para iniciar a campanha eleitoral. O foco do seu grupo político é abrir uma vantagem na região contra o ex-presidente Lula para tentar diminuir a distância nas pesquisas eleitorais.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo. Siga também o  perfil geral do Portal iG.

Fonte: IG Política

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

MATO GROSSO

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA