CUIABÁ

POLITÍCA NACIONAL

Debate da Band: As estratégias de Garcia, Haddad e Tarcísio

Publicados

POLITÍCA NACIONAL

Haddad, Garcia e Tarcisio vão participar do debate na Band
Montagem

Haddad, Garcia e Tarcisio vão participar do debate na Band

Neste domingo (7), a Band vai promover o primeiro debate eleitoral entre os candidatos ao governo de São Paulo . Os três primeiros colocados nas pesquisas, Fernando Haddad (PT), Tarcísio de Freitas (PL) e Rodrigo Garcia (PSDB), já fizeram o planejamento de quais estratégias utilizarão para conquistar os eleitores.

Líder nos levantamentos feitos pelos institutos, Haddad apostará na sua ligação com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) para fidelizar os eleitores de esquerda. Na última pesquisa feita pelo Datafolha, o ex-chefe do executivo federal tinha a preferência de 43% dos paulistas.

O ex-prefeito de São Paulo também defenderá sua gestão na capital, além de se vincular aos ex-governadores Geraldo Alckmin e Márcio França, ambos do PSB. O antigo tucano comandou o estado por quatro vezes e, antes de ser anunciado como vice de Lula, liderava as intenções de votos. Já o ex-prefeito de São Vicente, quando era pré-candidato ao cargo, tinha cerca de 20%.

Haddad ainda associará Rodrigo Garcia a João Doria. O representante do PSDB foi vice do empresário entre 2019 e 2022, se tornando governador em abril, quando Doria lançou sua pré-candidatura à presidência, desistindo poucas semanas depois. O petista também destacará que Tarcísio é o candidato do presidente Jair Bolsonaro (PL), numa clara tentativa de criar uma polarização na eleição estadual.

Leia Também:  Presidente participa de entrega de títulos de regularização fundiária

Rodrigo Garcia

Garcia procurará defender as ações que realizou como vice ao longo dos últimos quatro anos, além de reafirmar ao público que tem experiência como gestor público. O chefe do executivo do estado de São Paulo tentará se desvincular de Doria, no entanto, quando for provocado sobre o tema, fará questão de elogiar o companheiro de partido, frisando que ele foi o responsável por trazer ao Brasil a vacina contra a Covid-19.

Rodrigo usará o discurso que “não é de esquerda e nem de direita”, mas apenas defensor das “melhores oportunidades para São Paulo”. O objetivo é alcançar o eleitor mais moderado que não quer votar em um nome apoiado por Lula e nem por Bolsonaro. Ele ainda fará críticas ao governo Haddad na capital e destacará que Tarcísio é carioca.

Tarcísio

O ex-ministro defenderá com unhas e dentes seu trabalho no Ministério da Infraestrutura. Freitas falará de pautas de costumes, dando uma guinada a direita e ressaltando que é o representante do atual presidente da República no estado. Seu maior alvo será Garcia, pois ambos estão empatados nas pesquisas para alcançar o segundo turno.

Leia Também:  Cidadãos, gestores e servidores ganham três novas plataformas digitais

Poit e Elvis

Vinícius Poit (Novo) e Elvis Cezar (PDT) vão usar o debate para serem os “intrusos”. O candidato do Novo utilizará um discurso para afirmar que, no seu mandato como deputado federal, lutou contra os privilégios de políticos. Já o pedetista dará ênfase ao seu governo na prefeitura de Santana de Parnaíba.

O debate da Band está previsto para começar às 21h, com mediação de Rodolfo Schneider.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo. Siga também o  perfil geral do Portal iG.

Fonte: IG Política

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLITÍCA NACIONAL

Caso seja eleito, Tarcisio diz que negociará com Lula

Publicados

em

Por

Tarcísio de Freitas disse que vai cuidar dos interesses de São Paulo
Reprodução/YouTube – 16.08.2022

Tarcísio de Freitas disse que vai cuidar dos interesses de São Paulo

Nesta terça-feira (16), o candidato ao governo de São Paulo Tarcísio de Freitas (Republicanos) disse que negociará com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), caso seja eleito. A declaração foi realizada durante a sabatina realizada pelo jornal O Globo, Valor Econômico e CBN.

A jornalista Malu Gaspar comentou que o país está passando pelo processo eleitoral e há chance do petista ser eleito presidente da República, derrotando Jair Bolsonaro (PL). Com bom humor, ele afirmou que tem total confiança que o atual chefe do executivo federal será vencedor.

“Estou muito tranquilo sobre isso, porque eu confio justamente na reeleição do presidente Bolsonaro. Acredito mesmo”, declarou. Porém, Malu insistiu na questão e quis saber se ele conversará com Lula.

“Vou defender os interesses de São Paulo. Vou negociar [com o Lula]”, posicionou-se. No entanto, voltou a marcar posição e disse que Bolsonaro irá vencer. “Mas isso não vai acontecer”, concluiu.

Leia Também:  União Brasil fala em candidatura própria e exigências para aliados

Tarcísio está em segundo lugar para o governo de São Paulo, segundo relatório da pesquisa Ipec, divulgada na última segunda (15) pela TV Globo. O ex-ministro tem 12% das intenções de votos, enquanto Rodrigo Garcia (PSDB) aparece com 9%. Fernando Haddad (PT) lidera com folga com 29%.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo. Siga também o  perfil geral do Portal iG.

Fonte: IG Política

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

MATO GROSSO

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA