CUIABÁ

Roubo de Agrotóxicos em Mato Grosso

TJ mantém apreensão de S10 usada em roubo de agrotóxicos em MT

Publicados

CIDADES

A Turma de Câmaras Criminais Reunidas do Tribunal de Justiça (TJMT) manteve a apreensão de uma caminhonete S10 (2014/2015) que seria utilizada por uma quadrilha especializada no roubo de agrotóxicos em Mato Grosso.

Os magistrados da Turma de Câmaras Criminais seguiram por unanimidade o voto do desembargador Paulo da Cunha, relator de um mandado de segurança ingressado pela proprietária da S10. A sessão de julgamento ocorreu no dia 7 de dezembro de 2021.

De acordo com informações do processo, a proprietária do veículo alega que é comerciante e que utiliza a caminhonete para realizar entregas de mercadorias. O desembargador Paulo da Cunha, por sua vez, entendeu que não há garantias de que o veículo não seja utilizado para práticas criminosas caso seja restituído.

“Constata-se que não foi comprovado que o veículo não possui relação com os fatos investigados, de modo que a manutenção da apreensão do bem se revela necessária para o deslinde da controvérsia penal, ainda mais se porventura for provada a sua utilização na prática dos delitos apurados”, analisou o desembargador.

Em seu voto, Paulo da Cunha também chamou a atenção para as circunstâncias nas quais a S10 foi apreendida, revelando que a apreensão ocorreu “mediante confronto armado entre os policiais e grupo de indivíduos que estavam na posse de defensivos agrícolas roubados e que ocasionou a prisão em flagrante do esposo da impetrante”.

Leia Também:  Governo de MT e Ministério Público planejam medidas de prevenção aos incêndios no Pantanal

OPERAÇÃO FIM DA LINHA I

A juíza da 7ª Vara Criminal do TJMT, Ana Cristina Silva Mendes, condenou cinco membros de uma quadrilha especializada no roubo de agrotóxicos em fazendas de Mato Grosso. As penas dos condenados, alvos da operação “Fim da Linha I”, variam de 5 anos a 16 anos de prisão.

As condenações, publicadas em 18 de outubro de 2021, atingem Fernando Serrano de Souza, o “Gordão”, apontado como líder da quadrilha. Ele pegou 16 anos e 1 mês de prisão pelos crimes de constituir organização criminosa e roubo mediante ameaça, empregando violência contra a vítima, com uso de arma de fogo.

Além de “Gordão”, também foram condenados Moisés Sales da Silva (12 anos e 9 meses), Reinald Sthephanio Arouca de Moura (12 anos e 9 meses), Márcio Vieira Dias (12 anos e 5 meses), e José Carlos Oliveira Duarte (5 anos e 5 meses).

De acordo com informações da condenação, pelo menos três fazendas foram alvos da quadrilha – uma delas em São José do Rio Claro, e outras duas localizadas em Porto dos Gaúchos, cidades distantes, respectivamente, a 324 e 650 quilômetros da Capital.

Leia Também:  Seduc seleciona professores que vão concorrer a curso nos Estados Unidos

O inquérito policial revela que o líder do bando, Fernando Serrano de Souza, o “Gordão”, tinha um “grande conhecimento” sobre os agrotóxicos roubados para posterior revenda no “mercado”.

“Fica claro o comércio de defensivos agrícolas, onde o alvo demonstra conhecimento nos diferentes tipos do produto que é comercializado no mercado, como concentração, nome/marca (cita ‘benzoato’, ‘fox’), quantidade, bem como o valor de comércio. Fernando demonstra ser uma pessoa bem conhecida no mundo do crime, além de bem articulado, possui alguns olheiros nos pólos de seu interesse, os quais procuram durante o estágio preparatório de suas ações sondar a região”, diz a denúncia.

Apesar da condenação especificamente tratar de três roubos, há a possibilidade de outros membros da quadrilha também serem identificados, tendo em vista a suspeita do mesmo crime ter sido praticado em propriedades rurais de Sapezal, Tabaporã, Diamantino, Primavera do Leste, Campo Verde e Chapada dos Guimarães.

 

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

CIDADES

AMM completa 39 anos de fundação e comemora conquistas para os municípios

Publicados

em

Por

A Associação Mato-grossense dos Municípios – AMM comemora nesta quarta-feira, 4 de maio, 39 anos de fundação. Ao longo dos anos a instituição fortaleceu a sua atuação municipalista e celebra quase quatro décadas de lutas, conquistas e vitórias em defesa dos municípios. Considerada uma referência na luta pelo fortalecimento do municipalismo e pela autonomia dos entes municipais, a AMM se fortaleceu e se consolidou por sua representatividade e pela trajetória de lutas e vitórias.

A instituição atua na defesa dos municípios, liderando e participando de mobilizações para garantir avanços, e também na prestação de serviços técnicos às prefeituras, com publicações no Jornal Oficial, elaboração de projetos, assessoria jurídica, técnica, capacitação, comunicação, serviços de apoio, entre outras atividades.

O presidente da AMM, Neurilan Fraga, ressalta que o principal papel da instituição é buscar mais recursos para os entes municipais, defender os municípios em todas as esferas de governo, perante os poderes constituídos, visando garantir mais autonomia e representatividade aos entes locais. “Nesses 39 anos a AMM tem defendido os municípios e, principalmente, o interesse dos cidadãos, que são diretamente contemplados com o trabalho desenvolvido pelos prefeitos”, frisou, destacando que boa parte das obras que são executadas nas cidades de Mato Grosso são resultado de projetos elaborados pela AMM.

Leia Também:  Governo assina contrato para transformar MT em primeiro Estado com 100% de iluminação em LED

Fraga destacou também outros serviços prestados pela Associação e o fortalecimento de parcerias institucionais. “São muitos serviços que nós prestamos para diminuir os custos, as despesas das prefeituras e consequentemente contribuir com os cidadãos. Além disso, a AMM representa os prefeitos perante os poderes e trabalha para fortalecer a parceria com a Assembleia Legislativa, com o Tribunal de Contas, com o Ministério Público, com o Governo do Estado, com o TCU, com as bancadas estadual e federal, com o Congresso Nacional e outros órgãos e instituições”, assinalou.

Fonte: AMM

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

MATO GROSSO

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA