CUIABÁ

MATO GROSSO

Ciosp registra mais de 2,5 mil denúncias anônimas no primeiro quadrimestre de 2022

Publicados

MATO GROSSO

De janeiro a abril de 2022, o Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp), da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT), recebeu 2.538 denúncias anônimas sobre práticas criminosas. Os dados são referentes às ligações direcionados ao 197 e 181, canais de denúncias que permitem que o cidadão mato-grossense contribua para a solução de crimes sem precisar revelar sua identidade.  

O tráfico de drogas lidera o ranking de denúncias, com 835 registros. Já na segunda posição estão os estelionatos, somando 308 casos, e em terceiro lugar os maus tratos aos animais, com 149 ocorrências. 

A perturbação da tranquilidade também aparece em destaque, com 127 denúncias registradas. Em seguida surgem as ligações sobre foragidos da Justiça, 124 levados ao conhecimento da polícia por meio de denúncias anônimas.

O coordenador do Ciosp, tenente-coronel BM Rogério Quinteiro, ressaltou a importância do canal de denúncias à população e assegurou o sigilo do serviço ao denunciante.

“O canal de denúncia constitui uma ferramenta extremamente importante para o auxílio na resolução de crimes. As pessoas podem ficar tranquilas ao fazer a denúncia por meio dos números 197 e 181, pois o sigilo é garantido”, destaca o coordenador do Ciosp.

Leia Também:  Pesquisa coordenada pela Fiocruz aponta predominância da variante Ômicron em Mato Grosso

Já em 2021, o primeiro quadrimestre, o crime que apresentou maior número de denúncia foi o tráfico de drogas, sendo 1.070 ocorrências, seguido de estelionato, com 286 registros, e maus tratos aos animais, com 171 ligações.

Ainda neste período, também apareceram na lista de ocorrências mais denunciadas crimes como formação de quadrilha, com 142 registros, e 88 casos relacionados ao descumprimento de medidas de segurança na prevenção ao coronavírus.

As ligações telefônicas para o 197 e o 181 não têm custo para o denunciante, são anônimas e acessíveis a todas as modalidades de crimes. O Ciosp também recebe chamadas dos números de emergência da Polícia Militar (190), Corpo de Bombeiros Militar (193), Guarda Municipal (153), Trânsito do Município (118), Defesa Civil (199) e da Polícia Rodoviária Federal (191).

Canal virtual

Os canais virtuais são outras alternativas para a população denunciar os crimes. O denunciante pode recorrer ao site da Sesp-MT, por meio do E-Denúncias e ao site da delegacia virtual da Polícia Judiciária Civil (PJC-MT).

Para o site E-Denúncias, o cidadão deve acessar este LINK ou o site da Sesp-MT, localizando o ícone no canto superior direito do site. A ferramenta também é disponibilizada no ícone Cidadão, na barra de Serviços do site da Secretaria.

Leia Também:  Sexta-feira (01): Mato Grosso registra 727.094 casos e 14.869 óbitos por Covid-19

Outra opção de denúncia é pelo canal da delegacia virtual da Polícia Judiciária Civil, pelo site: www.delegaciavirtual.mt.gov.br.

(Com supervisão de Alecy Alves)

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

MATO GROSSO

Governo de MT assina convênio com a Prefeitura de Sinop para construção da nova unidade da Politec

Publicados

em

Por

O Governo de Mato Grosso, por meio da Secretaria de Estado de Segurança Pública, assinou, nesta quinta-feira (30.06), convênio com a Prefeitura de Sinop para a construção do novo edifício da Coordenadoria Regional da Politec do município.

O ato foi publicado no diário oficial da última sexta-feira (24.06). Conforme o extrato do convênio, serão destinados R$ 7.357.881,04, sendo R$ 6.768.881,04 dos recursos provenientes do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Segurança Pública, e R$ 589 mil oriundos da Prefeitura de Sinop.

O diretor Geral da Politec, Rubens Sadao Okada, explica que o projeto arquitetônico do novo edifício é moderno e arrojado, inspirado o futuro complexo de Cuiabá, que propõe trazer mais funcionalidade nos serviços ofertados, e que proporcione um ambiente confortável para os servidores e à população.

O projeto prevê a construção de uma sede que reúne todos os serviços prestados pela instituição (criminalística, identificação técnica, e medicina legal),  com área total de 1.403,69 m², e será situada no terreno ao lado na atual sede, localizada na Rua das Ipoméias, Setor Industrial Norte. O prédio atual foi edificado em 1982, e conta com 503,30m², e havia sido reformado e adaptado para instalação da Coordenadoria Regional da Politec.

Leia Também:  Cuiabá triplica equipes de saúde bucal

Sua arquitetura é pensada na integração entre os setores para uma melhor comunicação interna, com áreas de trabalhos integradas. Além disso foi concebido toda a estrutura para suporte da demanda atual e futura, fazendo-se assim que a edificação atenda, de forma adequada, a demanda atual assim como a projeção de crescimento da cidade.

Conforme o diretor-geral da Politec, Rubens Sadao Okada, a partir da assinatura deste convênio a instituição tabalhará em conjunto com a prefeitura de Sinop para adiantar o mais breve possível o lançamento do edital de concorrência para a licitação da obra.

Para o diretor, o ato representa um grande avanço e tem como foco a melhor prestação de serviços aos cidadãos. A construção da unidade levou em consideração a alta demanda de perícias e identificações atendidas pela regional, as condições estruturais do prédio e população diretamente atendida.

“As condições atuais do prédio não estavam condizente com o volume de atendimento que prestamos à população. O prédio é muito antigo e não comporta mais reformas, apesar de já termos feito reformas, o ambiente é pequeno e não comporta mais a quantidade de servidores. Trata-se de uma importante coordenadoria em relação à demanda de serviços e ao suporte a todas as gerências que ela abrange, como Alta Floresta, Sorriso e Guarantã do Norte”,disse.

Leia Também:  Pesquisa coordenada pela Fiocruz aponta predominância da variante Ômicron em Mato Grosso

Abrangência

A Coordenadoria Regional de Sinop atende diretamente 32 municípios, com um total de 706.908 habitantes e possui atualmente 66 servidores lotados na unidade, entre peritos oficiais criminais e médicos legistas, papiloscopistas, técnicos em necropsia, área meio e médicos legistas contratados.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

MATO GROSSO

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA