CUIABÁ

CÂMARA MUNICIPAL DE CUIABÁ

“Não se fala em ferrovia, sem falar em Vicente Vuolo”, diz presidente da Câmara ao defender homenagem

Publicados

CUIABÁ

Juca do Guaraná Filho, comentou que ficou descontente com as notícias de que a ferrovia teria outro nome
 
O presidente da Câmara Municipal de Cuiabá, vereador Juca do Guaraná Filho (MDB), defendeu que o nome da ferrovia, que será construída no estado, seja em homenagem ao ex-senador Vicente Vuolo.
 
Na sessão ordinária desta terça-feira (21), Juca enfatizou a luta de Vicente Vuolo para construção do modal no Estado e comentou que ficou descontente com as notícias de que a ferrovia teria outro nome.
 
“Eu fiquei muito feliz com o lançamento dessa ferrovia estadual e ao mesmo tempo fiquei um pouco frustrado. Respeito a biografia do ex-rei da soja, Olacyr de Moraes, foi um grande empresário, mas a biografia do ex-senador Vicente Vuolo precisa ser preservada”, disse.
 
“Desde criança eu ouço falar de ferrovia, ouvia falar de Vicente Vuolo que tem uma trajetória, foi um cuiabano ilustre, foi senador, ex-prefeito de Cuiabá, ex-promotor de Justiça, temos que preservar a história dos grandes homens da nossa querida Cuiabá”, defendeu.
 
Ao final da sessão, Juca comunicou que a Mesa Diretora da Câmara que vai enviar um ofício à Assembleia Legislativa para que o nome da ferrovia seja em homenagem ao ex-senador.
 
“Faço um pedido para a Assembleia Legislativa preservar a história dos nossos mato-grossenses, dos nossos cuiabanos ilustres, que não deixe isso acontecer. Vamos homenagear Vicente Emílio Vuolo, que é o grande pai da ferrovia de Mato Grosso”, disse.
 
“Não se fala em ferrovia, sem falar em Vicente Vuolo”, enfatizou.

O presidente da Câmara disse que vai encaminhar um ofício a Assembleia para que a homenagem a Vicente Vuolo seja mantida.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Casos de dengue em MT caem pela metade
Propaganda

CUIABÁ

Se a Justiça o Colocou de Volta é Porque Ele Merece Diz Stopa.

Publicados

em

Por

Vice-prefeito de Cuiabá, José Roberto Stopa (PV) afirmou ter ficado feliz com a decisão do desembargador Luiz Ferreira da Silva, do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT), que autorizou a volta do prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) ao cargo, nessa sexta-feira (26).

Em conversa com a imprensa neste sábado (27), Stopa avaliou que, “se a Justiça o colocou de volta, é porque ele merece”.

“A Justiça não cometeria qualquer erro, qualquer equívoco. Então, estou feliz e vamos continuar juntos por Cuiabá”, disse.

Emanuel ficou afastado da Prefeitura por quase 40 dias, em razão de medida cautelar determinada no âmbito da Operação Capistrum. Segundo o prefeito, tão logo soube da decisão que autorizava seu retorno, agradeceu a Deus e, em seguida, correu para encontrar Stopa, de quem exaltou a lealdade durante o período.

 

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Cuiabá reforça ações de garantias aos direitos das crianças e adolescentes
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

MATO GROSSO

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA