CUIABÁ

CIDADES

Botelho: “ferrovia fomenta industrialização de MT”

Publicados

CIDADES

O deputado estadual Eduardo Botelho afirmou que a construção da 1ª Ferrovia Estadual vai possibilitar o crescimento da industrialização na Região Metropolitana de Cuiabá, por meio da implantação de um terminal na Capital, cujas obras já são consideradas a realização de um “sonho”.

A construção da ferrovia estadual prevê 730 quilômetros de linha férrea que vão interligar os municípios de Rondonópolis a Cuiabá, além de Rondonópolis com Nova Mutum e Lucas do Rio Verde, e que vão se conectar à malha nacional, em direção ao Porto de Santos (SP).

“A baixada cuiabana tem vocação para a agricultura familiar, para força de trabalho e esperamos a industrialização para gerar emprego e renda para nosso povo. Se Deus quiser essa ferrovia vai alavancar a economia da baixada cuiabana e de todo o Estado de Mato Grosso”, disse Eduardo Botelho.

A previsão é de que esse terminal em Cuiabá possibilite a interligação e o escoamento da produção no bairro Distrito Industrial, que tem 250 empresas de diferentes ramos instaladas.

A estimativa é de que mais de 230 mil empregos sejam gerados, direta ou indiretamente, durante o período de obras, que tem previsão de início já em 2022. As obras serão executadas pela empresa Rumo S/A após assinatura do contrato com o Governo do Estado. O investimento para a construção da ferrovia será de R$ 11,2 bilhões, cujos recursos são da iniciativa privada.

Leia Também:  STJ Nega Liberdade a Menor que Matou Amiga em Cuiabá

O trecho entre Rondonópolis e Cuiabá tem previsão de conclusão de obras e o respectivo funcionamento já no ano de 2025; enquanto a operação no trecho Cuiabá a Lucas do Rio Verde deverá começar em 2028.

Uma vez implantada a ferrovia, a Rumo S/A fica autorizada a explorar a ferrovia pelo prazo de 45 anos, sendo que a infraestrutura ferroviária poderá ser compartilhada com outra empresa de transporte ferroviário que venha a prestar serviços no Estado. Ao menos 26 municípios que estão às margens do traçado da ferrovia serão beneficiados diretamente com a implantação da malha ferroviária.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

CIDADES

Baixa procura motiva Tangará ampliar vacinação

Publicados

em

Por

 

Prefeitura de Tangará da Serra (distante 239 km de Cuiabá) realiza no sábado (4), dass 13h30 às 18h30, o “Dia D” da vacinação contra a covid-19

A imunização será realizada em 7 unidades de saúde do município: Distrito de Progresso, Parque Figueira, Cohab Tarumã, Centro, Jardim Shangri-lá, Vila Goiânia e Jardim Tangará II.

A secretária de Saúde, Gicelly Zanatta,  explica que o “Dia D” será realizado diante da baixa procura da população pelo imunizante. Segundo ela, foi registrado queda na procura por 1ª, 2ª e 3ª doses, tanto de adultos como de adolescentes.

Poderão ir às Unidades de Saúde:

– Todas as pessoas acima de 18 anos e que ainda não tomaram a 1ª dose da vacina;

– adolescentes entre 12 e 17 ainda não vacinados (não há necessidade de cadastro);

– população que tomou a 1ª dose da Pfizer há mais de 28 dias;

– população com mais de 18 anos que tomou a 2ª dose há pelo menos 5 meses;

– cidadãos que precisam regularizar doses atrasadas da Astrazeneca.

Leia Também:  Sema resulta em apreensão de máquinas e multa de R$ 50 mil

É necessário levar a carteira de vacinação e 01 documento de identidade (original e impresso, com CPF) – pode ser CNH, RG, Carteira de Trabalho ou Carteira de Conselho de Classe.

Informações podem ser adquiridas pelo WhatsApp: (65) 9 8475-2388.

 

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

MATO GROSSO

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA