CUIABÁ

AGRONEGÓCIO

FRANGO/CEPEA: Valor da carne sobe em julho; filé registra recorde

Publicados

AGRONEGÓCIO

Cepea, 5/8/2022 – Os preços da carne de frango subiram em julho, com recuperação frente ao movimento de queda verificado em maio e em junho. Segundo pesquisadores do Cepea o aumento dos preços é pautado principalmente pela baixa disponibilidade interna de carne de frango devido aos embarques elevados e ao maior consumo da população, que procura proteínas mais baratas por conta da forte inflação. Assim, em julho, o preço médio do frango inteiro comercializado na Grande São Paulo atingiu o maior patamar mensal dos últimos três meses, em termos reais (IPCA de junho/22). O produto congelado registrou média de R$ 7,76/kg na região paulista no último mês, alta de 4,7% frente à do mês anterior. Mesmo com os avanços, o preço de julho ainda esteve 4,9% abaixo da média verificada no mesmo período de 2021. Para os cortes e miúdos também comercializados no atacado da Grande São Paulo, dentre os produtos acompanhados pelo Cepea, apenas a asa se desvalorizou em julho. A demanda específica pelo produto para churrascos e confraternizações tende a se reduzir no período de inverno, devido às temperaturas mais baixas. Na contramão, o que mais se valorizou foi o filé de peito, que tem tido tendência de alta desde meados de março deste ano. O preço é recorde real da série histórica do Cepea, iniciada em 2004 (IPCA de junho/22). No último mês, o produto congelado teve média de R$ 16,06/kg, que, além de recorde, é 5,5% maior que a média de junho e 22,5% superior ao valor registrado em julho/21. Fonte: Cepea (www.cepea.esalq.usp.br)

Leia Também:  SUÍNOS/CEPEA: Média sobe no comparativo mensal, mas segue menor no anual

Fonte: CEPEA

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

AGRONEGÓCIO

AÇÚCAR/CEPEA: Disponibilidade reduzida mantém cotações na casa dos R$ 129,00/sc

Publicados

em

Por

Cepea, 16/8/2022 – O preço médio do açúcar cristal no mercado spot de São Paulo seguiu na casa dos R$ 129,00/saca de 50 kg no correr da última semana. A liquidez captada pelo Cepea foi mais baixa em relação a períodos anteriores, com exceção da quarta-feira, 10, quando vendas pontuais envolvendo maiores volumes foram observadas. As chuvas que ocorreram em algumas regiões produtoras de cana dificultaram a continuidade do ritmo de produção em algumas usinas, o que resultou em diminuição da oferta de cristal para o mercado à vista. De 8 a 12 de agosto, a média do Indicador CEPEA/ESALQ, cor Icumsa de 130 a 180, foi de R$ 129,83/saca de 50 kg, pequena alta de 0,06% em relação à da semana anterior (de R$ 129,75/sc). Fonte: Cepea (www.cepea.esalq.usp.br)

Fonte: CEPEA

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Senar destaca crescimento da atuação feminina no agro
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

MATO GROSSO

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA