CUIABÁ

AGRONEGÓCIO

CNA entrega propostas para o Plano Safra 2022/2023 ao Mapa e à FPA

Publicados

AGRONEGÓCIO

Brasília (17/05/2022) – A Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) entregou, na terça (17), as propostas do setor para contribuir com o governo na construção do Plano Agrícola e Pecuário (PAP) 2022/2023 ao Ministério da Agricultura (Mapa) e à Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA).

O presidente da FPA, deputado Sergio Souza, recebeu o documento do presidente da CNA, João Martins, e o secretário de Política Agrícola do Mapa, Guilherme Bastos, recebeu do presidente da Comissão Nacional de Política Agrícola da CNA, deputado federal José Mário Schreiner.

Clique aqui para ler as propostas da CNA parao Plano Agrícola e Pecuário (PAP) 2022/2023.

Assessoria de Comunicação CNA
Telefone: (61) 2109-1419
flickr.com/photos/canaldoprodutor
twitter.com/SistemaCNA
facebook.com/SistemaCNA
instagram.com/SistemaCNA
facebook.com/SENARBrasil
youtube.com/agrofortebrasilforte

Fonte: CNA Brasil

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Produtores rurais utilizam tecnologias e estratégias para enfrentar a seca com orientações da ATeG
Propaganda

AGRONEGÓCIO

FRANGO/CEPEA: Preço da carne cai e eleva competitividade frente à suína

Publicados

em

Por

Cepea, 1º/7/2022 – Os preços da carne de frango seguiram enfraquecidos em junho, ao passo que os valores da suína subiram. Diante disso, a competitividade da proteína avícola frente à concorrente cresceu pelo segundo mês consecutivo. Em junho (até o dia 29), o frango inteiro resfriado foi comercializado no atacado da Grande São Paulo à média de R$ 7,44/kg, queda de 1,1% sobre a de maio. Segundo colaboradores do Cepea, apesar das vendas externas aquecidas, o baixo consumo interno pressionou as cotações da maioria dos produtos da avicultura de corte. Já para a carne suína, o período de inverno e festas tradicionais têm aquecido as vendas, ao passo que a oferta de animais em peso ideal de abate está menor, contexto que vem resultando em elevação dos preços. Em junho, a carcaça especial suína foi cotada, em média, a R$ 9,35/kg, avanço mensal de 1,1%. Diante disso, a carcaça suína esteve 1,91 Real/kg mais cara que o frango inteiro na parcial de junho, diferença 10,8% maior que a observada em maio, o que reduziu a competitividade da carne de frango frente à substituta. Fonte: Cepea (www.cepea.esalq.usp.br)

Leia Também:  AÇÚCAR/CEPEA: Com disponibilidade limitada, preço do cristal reage em SP

Fonte: CEPEA

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

MATO GROSSO

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA